top of page

Conheça algumas doenças ligadas a maus hábitos alimentares

A alimentação é a mais importante fonte de nutrientes para o nosso organismo. É através dela que o corpo consegue o combustível necessário para o cumprimento de suas funções vitais. Entre elas estão movimento, crescimento, reprodução e manutenção da temperatura do corpo.


A escolha e a combinação de alimentos que compõem a dieta estão ligadas à cultura na qual o indivíduo está inserido. Estes fatores são relevantes para manter, prejudicar ou melhorar sua saúde.




Quais são as doenças ligadas a maus hábitos alimentares?

Uma das causas da obesidade é o consumo excessivo de alimentos gordurosos, com excesso de proteínas ou ricos em açúcar. O excesso de peso pode causar, ainda, hipotireoidismo, depressão e doenças coronarianas, respiratórias e circulatórias. Além disso, a obesidade aumenta os riscos de sofrer isquemia, angina, infarto, acidente vascular cerebral (AVC) e arritmia cardíaca. A obesidade é fator de risco para o desenvolvimento de diabetes.


A alimentação também pode alterar os níveis de colesterol no sangue. Quando elevados, podem levar ao entupimento de veias e artérias causando arteriosclerose e doenças coronarianas como infartos e derrames.

A hipertensão arterial também pode ocorrer em função da alimentação, especialmente relacionada à ingestão excessiva de sal. Esta doença, crônica, pode causar problemas cardiovasculares, infartos, derrame cerebral e insuficiência renal.


Maus hábitos alimentares também aumentam as chances de desenvolver doenças degenerativas. Alimentos ricos em calorias, gordura saturada e colesterol são os mais relacionados a estes problemas.


A prisão de ventre é outra questão derivada à má alimentação. A ingestão excessiva de alimentos refinados como farinha, açúcar, gorduras e o consumo insuficiente de água, vegetais e frutas ricos em fibras podem causar o problema.

Outro aspecto relevante é a anemia nutricional, resultado do consumo irregular de vitaminas e nutrientes. Pacientes com obesidade que se alimentam mal sofrem desta condição também, pois a grande maioria se alimentam de calorias vazia.


Uma alimentação irregular pode levar à desnutrição?

Sim. Há uma crença de que comer muito mantém o organismo saudável, mas é preciso ingerir alimentos de qualidade. A desnutrição é resultado de uma alimentação insuficiente de vitaminas e nutrientes. A maioria dos pacientes com obesidade se apresentam com má nutrição, devido a baixa ingesta de nutrientes na alimentação e isso pode ocasionar diversas queixas de saúde como anemia, deficiência de vitaminas por falta de ingestão de alimentos.


Como posso evitar estas e outras doenças ligadas a maus hábitos alimentares?

A melhor forma de prevenção destes e outros distúrbios é manter uma alimentação equilibrada. Por isso é importante escolher alimentos que irão fornecer a variedade e a quantidade ideal de nutrientes para formação e manutenção do organismo.


Ao longo da vida, o corpo humano necessita de diferentes nutrientes para seu equilíbrio. De forma geral, precisamos ingerir alimentos que forneçam energia e matéria para o correto funcionamento do organismo. Entre eles estão carboidratos ou açúcares, proteínas, aminoácidos e lipídios. Água, minerais e vitaminas também devem fazer parte da nossa alimentação.


Cada organismo possui necessidades individuais, por isso é contraindicado adotar dietas sem orientação profissional. Converse com um especialista e saiba quais são as suas necessidades. O profissional poderá montar dietas e estratégias para manter sua saúde e seu bem-estar.


Referências:

BARBOSA, Lívia. Feijão com arroz e arroz com feijão: o Brasil no prato dos brasileiros. Horizontes Antropológicos. 13 (28): 87–116. ISSN 0104-7183.

BLEIL, Susana Inez. O Padrão Alimentar Ocidental: considerações sobre a mudança de hábitos no Brasil. Revista Cadernos de Debate

David Grazian. "On the Make: The Hustle of Urban Nightlife", 32

Facts for life. 4th ed. New York: United Nations Children's Fund. 2010. pp. 61 and 75. ISBN 978-92-806-4466-1

John Raulston Saul (1995), "The Doubter's Companion", 155

LODY, Raul. Brasil bom de boca: temas de antropologia da alimentação. São Paulo: Senac. 424 páginas

MENDES, Roberto Teixeira; VILARTA, Roberto; GUTIERREZ, Gustavo Luis. Qualidade de Vida e Cultura Alimentar. (PDF). Campinas: Ipes Editora. pp. 137 – 147.

SOUZA, Maria Djiliah C.; HARDT, Priscilla Primi. «Evolução dos hábitos alimentares no Brasil.» (PDF). Revista Brasil Alimentos

Young, E.M. Food and development. Abingdon, Oxon: Routledge. pp. 36–38. ISBN 9781135999414



Posts recentes

Ver tudo

Comments


Posso ajudar?

bottom of page